Quadril

A articulação do quadril é uma das articulações mais importantes no corpo humano. Ele nos permite caminhar, correr e pular. Suporta o peso do nosso corpo através da conexão com nossas pernas. A articulação do quadril é também uma das nossas articulações mais flexíveis e permite maior amplitude de movimento do que todas as outras articulações do corpo, exceto o ombro.

 

O Quadril

Essa é uma das articulações mais importantes no corpo humano. Ela nos permite caminhar, correr e pular. Suporta o peso do nosso corpo através da conexão com nossas pernas. A articulação do quadril é também uma das nossas articulações mais flexíveis e permite maior amplitude de movimento do que todas as outras articulações do corpo, exceto o ombro.

O quadril é uma articulação sinovial de “esfera e soquete” formada entre a coxa e o fêmur. Uma estrutura redonda, em forma de xícara no coaxial conhecido como acetábulo, forma o soquete para a articulação do quadril. A cabeça arredondada do fêmur forma a bola da articulação.

Cartilagem hialina alinha o acetábulo e a cabeça do fêmur, proporcionando uma superfície lisa para os ossos em movimento deslizarem um com o outro. A cartilagem hialina também atua como um amortecedor de choque para evitar a colisão dos ossos durante o movimento. Entre as camadas de cartilagem hialina, membranas sinoviais secretam fluido sinovial aquoso para lubrificar a cápsula articular.

Em torno da articulação do quadril existem muitos ligamentos que impedem o deslocamento seu delocamento. Os fortes músculos da região também ajudam a manter a tudo junto e evitar o deslocamento.

Funcionalmente, a articulação do quadril goza de uma gama alta de movimentos. A estrutura de “esfera e soquete” da articulação permite que o fêmur circunscreva livremente um círculo de 360 graus. O fêmur também pode girar em torno de seu eixo de cerca de 90 graus na articulação. Apenas a articulação do ombro proporciona um nível tão elevado de mobilidade quanto ela. Além de ser flexível, cada articulação do quadril deve ser capaz de suportar metade do peso do corpo juntamente com quaisquer outras forças que atuam sobre o corpo. Durante uma corrida e um salto, por exemplo, a força dos movimentos do corpo multiplica a força sobre os quadris. Cabe a essa articulação ser capaz de acomodar essas forças extremas, repetidas vezes, durante atividades físicas intensas.

Lesões e condições apresentadas no Quadril:

Quando os quadris estão saudáveis é preciso grande força para machucá-los. No entanto, praticar esportes, corrida, o uso excessivo ou uma queda pode levar a lesões. Elas incluem:

  • Bursite
    • Deslocamentos
    • Fraturas

Certas doenças também levam a lesões ou problemas. Osteoartrite pode causar dor e movimento limitado. A Osteoporose causa o enfraquecimento dos ossos da região, que podem se quebrar facilmente. Ambos são comuns em pessoas mais velhas.

Artroscopia de Quadril

Desde a década de 80 a artroscopia tornou-se um método cada vez mais popular para tratar lesões dentro da articulação do joelho. Com o grande sucesso atingido a técnica migrou para a articulação do quadril. A artroscopia do quadril é realizada através do uso de um dispositivo ótico (ou artroscopio) de 4mm de diâmetro conectado a um equipamento de vídeo de alta definição de última geração. A câmera de vídeo e os instrumentos em miniatura chegam até a articulação do quadril através de pequenos orifícios feitos na pele, um procedimento realmente minimamente invasivo. Isso permite ao cirurgião localizar e tratar o motivo da dor do paciente.