Qual a causa da artrite séptica?

Dor no púbis? Não subestime!
janeiro 20, 2020
Crescer dói
abril 7, 2020

A artrite é definida como um aumento de volume das articulações, que leva a um quadro muito doloroso e à limitação na amplitude dos movimentos.

A artrite em si não tem causas específicas, entretanto, existe um tipo da doença que é bastante preocupante: a artrite séptica.

A doença é provocada pela infecção de uma articulação por bactérias, normalmente após cirurgia, ou por agentes infecciosos presentes em outras partes do corpo, como infecção urinária e feridas na pele, e que se movimentaram até a articulação. Pacientes com imunidade baixa são mais propensos ao desenvolvimento da doença.

As articulações do quadril e joelho são os locais em que mais se manifesta a infecção, sendo mais frequentes em idosos que se submeteram à cirurgia para colocação de próteses.

A artrite séptica leva a degeneração progressiva das articulações afetadas. Sem tratamento adequado, toda a estrutura articular pode ser destruída.

Em crianças é ainda mais preocupante, pois podem haver sequelas graves que comprometem o perfeito desenvolvimento da articulação afetada, além de outras consequências.

Para evitar tudo isso, é importante dar atenção ao menor sinal do problema, afinal a doença tem um desenvolvimento bastante rápido. Os principais sintomas são:

  • Dor intensa ao movimentar a articulação afetada;
  • Dificuldade ao movimentar-se;
  • Queimação na articulação;
  •  Inchaço e vermelhidão na região atingida;
  • Febre alta, acima de 38°.

 

As crianças podem, ainda, apresentar sintomas de intoxicação e recusa a se movimentar.

Em pacientes com doenças autoimunes ou condições pré existentes, como câncer ou diabetes, a artrite séptica pode ser mais frequente.

É preciso especial cuidado com machucados e feridas próximas às articulações, estas devem ser limpas e desinfetadas a fim de evitar o problema.

A conduta médica para tratar a doença dependerá muito dos sintomas apresentados, das condições do paciente e da progressão da degeneração articular. Normalmente, é indicado repouso e uso de antibióticos.

Em alguns casos, é necessária a drenagem cirúrgica do líquido que, porventura, tenha se formado na articulação.

Após o período de recuperação, o médico ortopedista pode indicar a realização de tratamento fisioterápico, para a recuperação dos movimentos e força do membro afetado, os exercícios controlados da fisioterapia contribuem para acelerar a recuperação.

O mais importante quando nos deparamos com casos de artrite séptica é a rapidez para se iniciar o tratamento, já que a doença é altamente degenerativa e pode se agravar de forma bastante rápida.

 

Por isso, ao menor sinal, procure ajuda médica!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *