Doença de Dupuytren: você sabe o que é?

Tenossinovite de Quervain
maio 15, 2019
Osteoporose e sua importância
outubro 10, 2019

A doença de Dupuytren é caracterizada pelo espessamento fibrótico da fáscia palmar e digital da mão que faz com que os dedos se contraiam, ficando dobrados para dentro da palma da mão e os impedindo de se alongarem.

 

 

O primeiro indício é um nódulo sob a pele na base dos dedos, que não raro é confundido com um calo. Conforme a doença progride, o nódulo se torna um cordão fibroso e espesso do meio da palma da mão até os dedos. Essa progressão “puxa” o dedo na direção da palma da mão. No entanto, os pacientes não relatam episódios com dor, apenas o desconforto em função do posicionamento dos dedos e a impossibilidade de alongar os dedos.

 

Apesar das causas exatas serem desconhecidas, sabe-se que alguns fatores de risco aumentam as chances de desenvolver a condição:

  •  Sexo masculino
  •  40 anos ou mais;
  •  Abuso de álcool;
  •  Epilepsia;
  •  Fumar;
  •  Diabetes;
  •  Doenças hepáticas;
  •  Pai com histórico da doença;
  •  Uso de medicamentos anticonvulsivantes.

 

O distúrbio tem tratamento, mas somente um médico ortopedista pode avaliar a condição do paciente e indicar o melhor procedimento a ser seguido. Em caso de suspeita, consulte nosso especialista em cirurgia de punho e mão, Dr. Amauri Antonio Biazi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *